Filmes estrelados pela apresentadora eram alvo de processo de escritora

23/08/2011 19:10

Xuxa respira aliviada. A 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio divulgou nesta terça-feira (23) que a apresentadora é inocente em processo de acusação de plágio - que exigia indenização por dano moral e material (de número 0009631-16.2003.8.19.0209) - movido por Ana Maria Salgado.

A escritora alega que os roteiros dos filmes Xuxa e os Duendes (2001) e Xuxa e os Duendes 2 - No Caminho das Fadas (2002)são inspirados no livro de Ana Maria Salgado intitulado Maria da Graça em: O Portal.

Além da Xuxa Produções, Ana Maria processava a Diler Associados - produtora do filme - e Marlene Mattos, diretora de Xuxa na época dos filmes.

A Justiça do Rio julgou improcedente o pedido de indenização baseada em informações da perícia. 

Os réus - Xuxa, Marlene Mattos e a Diller Associados - negaram o plágio comprovando a contratação de dois roteiristas profissionais para fazer o enredo dos filmes, o que também foi sustentado pelo perito designado para o caso, que citou em seu depoimento:

"As semelhanças existentes são comuns neste tipo literário, ou seja: fadas com cetros ou varinhas de condão; bruxas malvadas que soltam gargalhadas e pretendem destruir as forças do bem; a existência de portais mágicos; personagens engraçados; etc. No caso dos filmes, a existência de duendes que configuram seus personagens principais, os quais não existem no texto da autora".

A decisão é em primeira instância. Cabe, portanto, recurso.

Contato

TV CIDADE

Rua 2, s/n, Jardim Carolina
Nobres-MT
78460-000

(65) 3376-1708
(65) 3376-1971

Pesquisar no site

© 2011 Todos os direitos reservados a Tv Cidade 03

Crie um site gratuitoWebnode